Você está aqui: Início » Extensão » Instruções sobre exames laboratoriais - dúvidas frequentes

Extensão - Instruções sobre exames laboratoriais - dúvidas frequentes

Material Preparado pelos alunos da disciplina “Estudos Integrados de Recursos Laboratoriais para o Diagnóstico das Doenças” de 2015

 

Por que o tempo de jejum varia tanto para exames de sangue?

A ingestão de alimentos acarreta em mudanças metabólicas e hormonais, principalmente devido à absorção de líquidos (água e/ou álcool), gorduras, proteínas e açúcares. Muitas alterações em marcadores bioquímicos e hematológicos devido ao período pós-prandial tem sido descritos e, para cada parâmetro, são definidos períodos para os quais as mudanças são clinicamente significantes. Devido a estas particularidades inter-exames, não há um período padrão; dependerá do tipo de exame solicitado.

Devo parar de tomar os meus remédios para fazer o exame de sangue?

Normalmente não, a suspensão dos medicamentos só pode ocorrer mediante autorização médica. De qualquer forma, o médico que solicitou o exame deverá estar ciente dos medicamentos em uso.

Eu preciso encher o potinho no exame de urina?

Não necessariamente. No entanto, o volume definido pelo "potinho" garante a quantidade necessária para a realização do exame.

Precisa ser a primeira urina do dia?

Não. No entanto, a primeira urina do dia costuma ser mais concentrada e, além disso, o jejum (que é necessário para alguns exames) pode ser feito mais facilmente durante o período da noite.

Posso ter feito exercício físico antes de fazer os exames?

É necessário um período de repouso entre o exercício físico e a realização do exame. Isso porque, a prática de exercícios pode alterar os resultados de alguns exames.

Posso fumar antes do exame de sangue?

O cigarro pode alterar os resultados dos exames, principalmente de agregação plaquetária e curva glicêmica. Sendo assim, não é aconselhável fumar nesses casos.

Devo desprezar o primeiro jato de urina?

É indicado desprezar o primeiro jato de urina para "lavar" o canal da uretra e, assim, evitar a contaminação da urina por bactérias que se encontram na parte externa do aparelho urinário.

O que acontecerá se eu passar mal no exame de sangue?

Há uma equipe de profissionais capacitados prontos para auxiliar nesses casos.

Menstruação interfere em exames laboratoriais?

Sim, por exemplo no exame de urina. Nesse caso é ideal fazê-lo fora do período menstrual. Se for urgente, a urina pode ser colhida, adotando os seguintes cuidados: Assepsia na hora do exame (higiene) e uso de tampão vaginal, para que o sangue não se misture a urina. Já no exame de sangue, por exemplo, a mulher pode estar menstruada, porém diversos hormônios e algumas proteínas séricas variam durante o ciclo menstrual. Portanto, é fundamental que o médico saiba em que período do ciclo o seu exame foi realizado.

A bebida alcoólica pode alterar resultados de alguns exames?

Sim, especialmente o de triglicérides. Uma dose de uísque, uma cerveja ou um copo de vinho na véspera é suficiente para elevar os seus níveis, falseando os resultados. Por isso, o ideal é, antes do exame, ficar três dias sem ingerir qualquer bebida alcoólica. Importante: o álcool também altera o colesterol, mas pouco.

Pode -se fazer exames com gripe, resfriado ou febre?

Claro. Alguns exames, aliás, são solicitados exatamente porque a pessoa está com febre. A intenção é verificar se alguma infecção é a responsável. Porém, em algumas circunstâncias, a doença responsável pela febre pode interferir nos exames destinados a avaliar aspectos metabólicos e imunológicos. Por cautela, conseqüentemente, consulte o seu médico ou o laboratório antes de fazer o exame.

Preciso fazer exames que pedem jejum sempre de manhã?

Nem todos. Desde que obedeça ao tempo estipulado de jejum, alguns podem ser colhidos inclusive à tarde, sem problemas.

Por que fica roxo no local que tirei sangue?

Isto chama-se hematoma: extravasamento de sangue para fora da veia. Ele pode ocorrer em determinadas situações, tais como: veias finas, delicadas, com muita pressão; falta de boa compressão no local da punção; e paciente usando algum medicamento que altera a coagulação do sangue, entre os quais a aspirina.

Referente a coleta de amostra para o exame de fezes, a pessoa precisa necessariamente estar em jejum?

Não, sendo que isso vale para todos os tipos de exames de fezes. Também não é necessário ser a primeira evacuação do dia.

Referente a coleta para o exame de fezes, qual a quantidade correta de amostra de fezes eu devo entregar para a realização do exame parasitológico?

No caso de fezes sólidas ou pastosas, a quantidade deverá corresponder a uma colher de sopa. Se as fezes estiverem liquefeitas, pelo menos 10mL deverão ser fornecidos ao laboratório para análise.

Por que são necessárias três coletas de amostra para o exame de PPF (Parasitológico de Fezes)?

Coletar um número maior de amostras aumenta a possibilidade de encontrar o parasita ou seus cistos, ovos, ou larvas. Recomenda-se coletar as amostras, preferencialmente, em dias alternados.

De que forma e quanto tempo após a coleta das fezes eu posso entregar a amostra para o exame parasitológico?

São necessárias que as fezes sejam frescas, coletadas no frasco plástico limpo fornecido pelo laboratório, devidamente identificado. Mantendo o frasco sob refrigeração (na geladeira), a amostra pode ser entregue até o dia seguinte pela manhã.

Referente ao exame de fezes, há algum problema se as fezes forem contaminadas com urina durante a coleta?

Sim. Deve-se evitar o contato das fezes co a urina, pois a sua presença acelera a fermentação bacteriana, prejudicando a conservação da amostra e consequentemente interferindo no resultado.

O que é jejum?

Jejum é um período de tempo que você para de ingerir alimentos com algum valor nutricional. Como remédios, insulina ou qualquer outro tratamento não são considerados alimentos, você não precisa pará-los. A água, por não ter gosto, cor ou cheiro, ela não vai interferir em nenhum exame, portanto, você pode tomar água em jejum.

Insulina interfere no jejum?

Não! A insulina que você injeta diariamente faz o controle da sua diabetes e impede que seu corpo se desregule. Quando o médico receita um exame de sangue e você está fazendo um tratamento com insulina, ele está querendo analisar como a sua diabetes está sendo controlada pela insulina. Portanto, não se deve parar de tomar insulina, pois, se você parar, os exames vão sair descontrolados e o médico não vai poder avaliar se a insulina que você toma está te de fato ajudando ou não.

Por que eu devo mencionar que estou tomando quando faço um exame de sangue? Quais devo mencionar?

Todos os medicamentos devem ser mencionados! Alguns medicamentos podem interferir durante a medição dos exames, portanto, você deve mencionar os medicamentos que tomou nos últimos 15 dias. Como há uma variedade de tipos de medicamentos que podem interferir nos exames, as atendentes sempre pedem para você listar todos os medicamentos, para que não passe algum em branco. Fora isso, seu médico também deve ser informado desses medicamentos que você tomou antes do exame pois alguns podem ter efeitos adversos no seu corpo que podem aparecer nos exames.

Meu intestino não funciona diariamente, posso usar laxantes para colher a amostra?

Não é recomendado o uso de laxantes para realização do exame parasitológico de fezes.

Urina só pode ser colhida no laboratório?

Depende do tipo de exame. Para cultura, o ideal é que a urina seja colhida no laboratório. Já a urina tipo I, que é mais comum, pode ser colhida em casa, desde que colhida em frasco apropriado, fornecido pelo laboratório ou adquirido em farmácia. A entrega da urina no laboratório deve ser feita no máximo 2 horas após a coleta.

Outra pessoa poderá retirar meus resultados sem comprovante e independente de qual exame tenha feito?

Não ,apenas alguém portando o protocolo de retirada e documento pessoal pode retirar os resultados. A entrega de exames para terceiros, sem o protocolo não é permitida. Evidentemente, existem casos excepcionais que serão analisados pela direção.

Suplementos para praticantes de exercícios físicos podem interferir nos resultados dos exames?

Depende do tipo de exame e do suplemento consumido. Suplementos com creatina em sua composição, por exemplo, podem alterar a concentração de creatinina no sangue, afetando o resultado dos exames.
Suplementação com proteínas pode afetar a concentração de uréia, acarretando outro exemplo de interferente

Por que nos exames de sangue varia a quantidade de tubos a ser retirada ?

Depende do tipo de amostra e/ou do tipo de ensaio/teste a ser realizado. Dessa forma, as quantidades de tubos variam com os exames solicitados. Por exemplo: 1) Hemograma completo (tubo com tampa roxa – EDTA); 2) hemograma completo + glicemia (tubo com tampa cinza – fluoreto de sódio com EDTA – e tubo com tampa roxa); Teste bioquímicos (02 tubos com tampa vermelha – seco), entre outros.

 

Última atualização em 25/06/2015 às 16h52